Buscar
  • Dra. Cláudia Klein

O que é acupuntura?

A palavra “acupuntura”, originária do latim, significa “inserção de agulhas na pele” (sendo “acus” agulha e “punctura”, puncionar), e atinge tecidos subjacentes em diferentes profundidades. São necessários pontos estratégicos do corpo para produzir o efeito terapêutico desejado. Ela é aplicada no tratamento de doenças por meio do equilíbrio do tchi, a energia que circula nos meridianos.


Muitos pacientes e amigos me perguntam: acupuntura doi?


Os pontos tocados na acupuntura são locais ricos em terminações nervosas, portanto são regiões mais sensíveis. Além disso, quando estamos em desequilíbrio energético, que causam distúrbios internos – as doenças -, os pontos podem ficar um pouco doloridos. Porém, o incômodo da picada da agulha é – e sempre deve ser – suportável.


De um modo geral, todas as pessoas que sofrem de estresse, ansiedade, depressão, insônia, enxaqueca, dores crônicas, problemas ortopédicos, impotência, alterações hormonais, problemas imunológicos, traumas, problemas reumáticos, dificuldade na perda de peso e sintomas diversos que não desaparecem com tratamentos convencionais devem passar por sessões de acupuntura.


As técnicas de tratamento são diversas, e envolvem tanto o ambiente da sessão quanto a aplicação em si. Normalmente, são sessões de 40 minutos em uma sala aconchegante, aquecida, com colchão térmico e ar condicionado. Utiliza-se da musicoterapia para o relaxamento cerebral (recomendo o musicoterapeuta Robert Coxon) e da cromoterapia ambiental (um aparelho que produz mudanças na frequência da luz).


Já a aplicação pode ser realizada de diversas maneiras diferentes: a convencional, com agulhas descartáveis, a revolucionária, chamada STIPER, que funciona sem agulhas, e a magnética, mais conhecida como HAI HUÁ.


O STIPER é uma pastilha de celulose impregnada com dióxido de silício SiO2, desenvolvida na Espanha na década de 1990, com o objetivo de substituir a aplicação tradicional, que envolve as agulhas descartáveis.


Em contato com a pele, o STIPER absorve a energia do corpo e do ambiente, como uma esponja, até a sua saturação, quando então libera o material absorvido de maneira gradual, restabelecendo a energia local ou circulando os meridianos de modo contínuo.


É comum que os pacientes sintam uma agradável sensação de calor, por causa dos raios infravermelhos liberados a partir da absorção de calor em diversas frequências de onde realizada pela pastilha.


Outro tipo de acupuntura bem conhecido e estudado atualmente é a magnética, também chamada de HAI HUÁ.


HAI HUÁ é um novo tratamento terapêutico que combina os métodos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) com avançadas tecnologias eletrônicas em busca do equilíbrio interno dos órgãos. As agulhas são substituídas por dois eletrodos que conduzem uma leve onda eletrônica pelo corpo. A ação de cada eletrodo equivale ao estímulo simultâneo de 132 agulhas, desobstruindo os meridianos ativando a circulação sanguínea e reequilibrando a energia vital do organismo.


Por ser um tratamento completamente indolor e não existirem riscos de complicações, como inflamações, o HAI HUÁ está sendo cada mais utilizado, também por ser de mais rápida aplicação (cada ponto é estimulado por 1 minuto). É um método mais recomendado para casos de estresse, doenças crônicas e dores em geral, além de ser utilizado também para perda de peso.


E você, faz acupuntura? Qual tipo prefere? Me conta a sua experiência!!!



#neuro #neurologia #acupuntura #relax

8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

OZONIOTERAPIA

A ozonioterapia resulta de um procedimento terapêutico de aplicar uma mistura de gases oxigênio e ozônio. De maneira geral, as aplicações são aconselhadas pelo motivo do ozônio possuir propriedades an

Contato

+55 11 3051 6946

+55 11 9 9772 1633

Rua Bento de Andrade, nº 228 - Jardim Paulista, São Paulo, SP - Brasil