Buscar
  • Dra. Cláudia Klein

Princípios da Prática Ortomolecular Aplicados à Hormonologia

O Dr. Artur Lemos, um dos mais profundos conhecedores de fisiologia e da prática ortomolecular, falou no 8° Congresso Internacional de Ciências da Longevidade Humana sobre os princípios da prática ortomolecular aplicados à hormonologia. Para introduzir o tema, o Dr. falou sobre fatores que aceleram o processo hormonal.


Lemos ressaltou a importância de não realizar um diagnóstico para o paciente na primeira consulta, com o intuito de não perder chances de cura. Deve-se avaliar diversos aspectos antes do diagnóstico, porque, muitas vezes, o paciente está com falta de nutrientes em uma glândula e isso impede que ela trabalhe.


Um dos exemplos citados pelo Dr. para ressaltar a importância de um bom diagnóstico foi a existência de problemas na vida sexual do paciente. O acúmulo de serotonina pode reduzir o orgasmo. Idosos podem ter alterações, mas não adianta tomar Viagra se as substâncias necessárias para o bom desempenho não estão sendo produzidas pelo corpo.


Outro cuidado orientado por Lemos é para tratamentos com cortisol, hormônio que auxilia no controle do estresse, reduz inflamações, contribui para o funcionamento do sistema imune e mantém os níveis de açúcar no sangue constantes, assim como a pressão arterial. Entretanto, em excesso pode ser muito prejudicial, atrofiando o hipocampo, responsável pela memória.


O Dr. também falou sobre o tratamento de distúrbios da tireoide e diabetes com base na prática ortomolecular aplicada à hormonologia. Ao longo da explicação, foram detalhadas as melhores maneiras de tratar os pacientes, considerando fatores como carência de magnésio e SHBG.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hormônios naturais para a menopausa

A restauração hormonal natural usada para o alívio dos sintomas da menopausa está cada vez mais comum; pode ajudar a prevenir manifestações de sintomas muito incômodos e que atrapalham o dia a dia das

Cognição na esquizofrenia

A esquizofrenia, ou distúrbio biológico do cérebro da mente dividida, é o desenvolvimento de surtos em que o mundo real é substituído por delírios e alucinações auditivas, crenças delirantes, dificuld