Buscar
  • Dra. Cláudia Klein

Síndrome pós-Covid 19: talvez você precise de tratamento!

Já ouviu falar em Síndrome pós-Covid??


Este é um termo que se refere às pessoas cujos sintomas persistem por semanas ou meses após a cura do Covid-19. Normalmente envolvem questões do sistema nervoso central, resultando em sintomas variados como fadiga, fraqueza muscular nas pernas e nas costas, dificuldades na respiração, dor crônica e déficit cognitivos.


Vemos um aumento do número de pessoas que apresentem essa síndrome. 7 em cada 12 consultas que tenho atendido no consultório são de pacientes que desenvolvem ou permanecem com sintomas após os primeiros 14 dias de infecção pelo Coronavírus!


Se você já tiver tido Covid-19 e estiver sentindo alguns dos sintomas abaixo, você deve passar por uma avaliação para receber um tratamento adequado.


- Fadiga crônica

- Dificuldade de acordar

- Dores musculares

- Queda importante de cabelo

- Queda de rendimento de atividade física

- Formigamentos

- Câimbras


- Déficit de memória

- Dificuldade de nominar palavras

- Insônia

- Transtorno de ansiedade

- Irritabilidade

- Depressão


- Alteração no ritmo cardíaco

- Piora da enxaqueca

- Cefaleia diária

- Unhas quebradiças

- Tromboses

- Diarreias


A Covid-19 é uma doença imunotrombótica e se apresenta em 3 fases:

1. fase de replicado viral

2. fase inflamatória

3. fase trombótica


As fases podem evoluir da primeira para a terceira de acordo com a carga viral a que a pessoa foi exposta! Mas, principalmente, pela incapacidade do nosso organismo em combater o vírus, é uma doença do vaso sanguíneo causada por uma resposta imunológica extremamente exagerada.


Portanto, a Covid-19 é uma doença que fala mais do hospedeiro do que do próprio vírus, ou seja ela é mais grave em um hospedeiro inflamado!


Por isso, meus queridos pacientes... vocês estão fazendo as lições de casa? Como anda seu terreno biológico?



Pensando na importância, vamos rever alguns conceitos de biologia viral...


O vírus infecta a mucosa das vias aéreas superiores e se acopla no estilo "chave e fechadura" em um receptor na nossa membrana celular, chamada ECA2 - enzima conversora da angiotensina que regula a pressão arterial.


Depois, ele inibe a Angiotensina2, impedindo a formação da angiotensina17 (um potente vasodilatador do corpo), que inibe o mecanismo de vasodilatação protetor do nosso organismo, diminui a produção de óxido nítrico e aumenta o estresse oxidativo, evidenciando o agravamento dos sintomas em quem é mais oxidado.


Todos os sistemas que tem ECA2 podem apresentar sintomas de Covid:


Tronco Cerebral:

• núcleo ambíguo: perda da capacidade de aumentar a FC na vigência de febre, FR na dispneia e perda da sensação de dispneia. Cabe ressaltar, portanto, que não significa que a doença não é grave apenas porque o paciente que não apresente taquipneia ou taquicardia.


• núcleo solitário:

- Córtex cerebral: cefaleia intensa que não cede ao uso de analgésicos, convulsão.

- Bulbo Olfatório: anosmia.

- Pulmão: insuficiência respiratória não precoce (cuidado: sintoma aparece tardiamente e muitos irão para UTI sem reversão com corticoide).

- Coração: miocardite com ECG similar a IAM. - Sistema Gastrointestinal: náuseas, vômitos, diarreia.

- Pele : lesões diversas



Quanto mais saudável a pessoa for, menor o bloqueio da angiotensina 1,7!


O bloqueio da angiotensina 1 ,7 contém a glutationa, o melhor antioxidante que temos no organismo. Isso forma espécies reativas de oxigênio, ou analogamente oxidação, e ferrugem soltas que não foram tamponadas pela glutationa e acabam lesando o endotélio vascular. Isso gera coágulos e fibrinas, medidos pelo D-Dímero sanguíneo, produzindo a pior fase da Covid: a fase 3, causando trombose nos diferentes órgãos!


Então... se você listou alguns daqueles sintomas após ter tido Covid, seu sistema de antioxidacão não está dando conta de limpar as citocinas inflamatórias e a oxidação causada pelo vírus, mesmo meses depois da infeção.


Por isso, ressalto a lição de hoje: melhore seu sistema de defesa!! :)

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Impacto da Atividade Física em Idosos

A atividade física tem se destacado como uma das ações mais importantes que pessoas de todas as idades podem fazer para melhorar a saúde. Diferentes estudos observacionais apontam que a mortalidade pr

4 Minutos de Exercício Intenso e Longevidade

Sabe-se que é consideravelmente improvável que homens e mulheres ativos, que se exercitam regularmente de qualquer maneira, morram prematuramente. Mas, segundo estudos recentes, se algum desses exercí

Contato

+55 11 3051 6946

+55 11 9 9772 1633

Rua Bento de Andrade, nº 228 - Jardim Paulista, São Paulo, SP - Brasil