Buscar
  • Dra. Cláudia Klein

Sintomas neuropsicológicos em pacientes acometidos pela Covid-19

Nós já sabemos que a Covid-19 provoca, além de sintomas durante sua infecção, sequelas de longo prazo, que podem ter impacto tanto nas funções cognitivas quanto na saúde mental e qualidade de vida dos pacientes.


Segundo a neuropsicóloga Lívia Valentin, professora e pesquisadora da Universidade de São Paulo (USP), “a Covid-19 é, sem sombra de dúvidas, a doença mais preocupante do século no impacto e prejuízo das funções neuropsicológicas.” Há diversos sintomas neurológicos que vêm sendo associados desde o início da pandemia, como dor de cabeça, perda de memória, tontura, confusão mental e dificuldade de concentração. Alguns destes podem ser sinais de que o sistema imunológico está combatendo a doença, mas a maioria não...


Diante disso, diversos estudos ao redor do mundo procuram compreender o impacto neurológico direto ou indireto da Covid-19, os possíveis caminhos que o vírus percorre no corpo humano até chegar ao cérebro e os sintomas que podem afetar as pessoas por meses após a infecção.


Um estudo brasileiro, conduzido por grupos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade de São Paulo (USP), além de pesquisadores do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), do Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), comprovou que o vírus SARS-CoV-2 é capaz de infectar células do tecido cerebral (principalmente os astrócitos), fazendo com que os pacientes apresentem alterações significativas na estrutura do córtex – região do cérebro mais rica em neurônios e responsável por funções complexas como memória, atenção, consciência e linguagem. Uma pesquisa realizada em Berlim complementa ao informar que o vírus entra através da mucosa olfatória, cruza a interface neural-mucosa e, assim, entra no sistema nervoso.


Pesquisadores de universidades dos EUA, do México e da Suécia, que analisaram dezenas de estudos envolvendo 48 mil pacientes, disseram que os sintomas mais relatados são dor de cabeça (44%), dificuldade de atenção (27%) e anosmia (perda do olfato, em 21%). Além disso, segundo o mesmo grupo de pesquisadores, pacientes adultos que tiveram covid-19 têm o dobro de chance de desenvolver transtornos psiquiátricos, como ansiedade, insônia e demência.


As crianças, infelizmente, não ficam fora disso. Uma pesquisa publicada no periódico Jama Neurology apontou que 22% dos pacientes com menos de 21 anos tiveram sintomas neurológicos e 12% apresentaram distúrbios neurológicos potencialmente fatais, como encefalopatia grave, acidente vascular encefálico (AVC), infecção do sistema nervoso central e síndrome de Guillain-Barré (uma fraqueza muscular causada pelo sistema imune).


De maneira geral, todos esses sintomas estão ligados a três partes importantes do corpo humano:

· Sistema nervoso central, responsável por receber informações dos sentidos e distribuir ações: dores de cabeça, tontura, confusão, doença cerebrovascular aguda, ataxia (que afeta coordenação, fala e equilíbrio) e convulsões;

· Sistema nervoso periférico, responsável por conectar o sistema nervoso central a outras partes do corpo: comprometimento de olfato e paladar, problemas de visão, audição e tato;

· Sistema musculoesquelético, responsável pela estabilidade e movimentação do esqueleto: dores (mialgias) e lesões musculares.


Apesar da existência de muitos estudos, ainda não é possível obter uma compreensão exata do funcionamento e do impacto deste vírus no nosso organismo! A etiologia (origens e causas) dos sintomas neuropsiquiátricos em pacientes de Covid-19 é bastante complexa e multifatorial, podendo estar ligada ao efeito direto da infecção, a efeitos colaterais de medicamentos e/ou a aspectos sociais de ter uma doença potencialmente fatal, por exemplo.



Fonte:

https://www.fcm.unicamp.br/covid/populacao/covid-19-pode-alterar-o-padrao-de-conectividade-funcional-do-cerebro-aponta-estudo-da

https://www.bbc.com/portuguese/geral-56337032

http://avapsicologia.com.br/alteracoes-neuropsicologicas-em-pacientes-com-covid-19/

https://agencia.fapesp.br/estudo-comprova-que-novo-coronavirus-afeta-o-cerebro-e-detalha-seus-efeitos-nas-celulas-nervosas/34364/.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hormônios naturais para a menopausa

A restauração hormonal natural usada para o alívio dos sintomas da menopausa está cada vez mais comum; pode ajudar a prevenir manifestações de sintomas muito incômodos e que atrapalham o dia a dia das

Cognição na esquizofrenia

A esquizofrenia, ou distúrbio biológico do cérebro da mente dividida, é o desenvolvimento de surtos em que o mundo real é substituído por delírios e alucinações auditivas, crenças delirantes, dificuld