Buscar
  • Dra. Cláudia Klein

Testes para diagnóstico de Dislexia e TDAH

A Avaliação Cognitiva para Pacientes com Dislexia é uma ferramenta profissional composta por tarefas para detectar e avaliar rapidamente a presença de sintomas, traços ou disfunções dos processos cognitivos afetados pela dislexia.


A dislexia tende a ser subdiagnosticada. Um teste neuropsicológico, a história clínica e a avaliação das diferentes áreas da dislexia continuam sendo as ferramentas mais eficazes para diagnosticar esse distúrbio. Existem alguns testes on-line que não oferecem diretamente um diagnóstico médico de dislexia e devem ser usados apenas para complementar um diagnóstico profissional; nunca para substituir uma consulta clínica.


O diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) envolve várias etapas. Não existe nenhum teste para TDAH definitivo, mas muitas vezes os profissionais diagnosticam crianças após apenas uma entrevista clínica. Ao fazer um diagnóstico, os profissionais tendem a usar as diretrizes de diagnóstico para determinar se a criança atende a certos critérios clínicos.


Como são feitos os diagnósticos da dislexia?


Os testes para avaliação da dislexia aplicados foram desenvolvidos por especialistas em neuropsicologia e psicologia para ajudar os profissionais da saúde a avaliar todas as habilidades cognitivas comprometidas em torno das seguintes áreas:

  • Memória (operacional, de curto prazo, nomeação e visual de curto prazo)

A memória é uma área cognitiva diretamente associada à dislexia. Geralmente, as pessoas portadoras apresentam dificuldades relacionadas ao aprendizado;

  • Percepção: exploração visual

Pessoas com dislexia normalmente apresentam dificuldade em explorar visualmente as palavras, para processar as informações e, assim, formar uma expressão lógica;

  • Atenção: foco e atenção divididos

Outra área bastante afetada pela dislexia é a atenção, pois a pessoa tende a perder o foco com muita facilidade e não conseguir se concentrar;

  • Raciocínio: velocidade de processamento e planejamento

Pessoas com dislexia normalmente conseguem associar ideias e conceitos para chegar à conclusão sobre algo de uma forma incomum em relação às pessoas que não tem dislexia;

  • Coordenação: tempo de resposta

É comprovado estatisticamente que pessoas com dislexia apresentam problemas relacionados à sua coordenação motora.


Como são feitos os diagnósticos do TDAH?


Um médico ou psicólogo deve determinar se certos critérios são atendidos. Para o teste de TDAH, os sintomas devem estar presentes antes dos 12 anos e devem incluir um padrão persistente de desatenção ou hiperatividade / impulsividade que interfira no funcionamento ou desenvolvimento em dois ou mais ambientes. Existem evidências claras de que os sintomas interferem ou reduzem a qualidade do funcionamento social, escolar ou profissional.


Os testes também são chamados de avaliações psicoeducacionais ou neuropsicológicas. Um teste para TDAH abrange várias horas de testes padronizados administrados individualmente nas áreas cognitiva, comportamental e acadêmica.


Muitas pessoas também procuram por teste de TDAH online grátis, porém não possuem assertividade em seu diagnóstico como na busca por um profissional experiente e qualificado.


Tratamento para a dislexia


O tratamento para dislexia é feito com a prática de estratégias de aprendizagem que estimulam a leitura, a escrita e a visão e, para isto, é necessário o apoio de uma equipe, que contém pedagogo, psicólogo, fonoaudiólogo e médico neurologista. Apesar de não haver cura para dislexia, é possível alcançar bons resultados com o tratamento correto, já que ele é adaptado às necessidades de cada pessoa, que poderá progredir gradualmente a capacidade de leitura e escrita. Algumas medicações utilizadas são Notroon e Nootropil.


Tratamento para o TDAH


O tratamento do TDAH deve feito com uma combinação de medicamentos, orientação aos pais e professores, além de técnicas específicas que são ensinadas ao portador a ter melhor desempenho para minimizar as suas dificuldades.


A psicoterapia indicada para o tratamento do TDAH chama-se Terapia Cognitivo Comportamental (TCC). Não existe até o momento nenhuma evidência científica de que outras formas de psicoterapia auxiliem nos sintomas de TDAH. O tratamento com fonoaudiólogo é recomendado em casos específicos em que existem, simultaneamente, Transtorno de Leitura (Dislexia) ou Transtorno da Expressão Escrita (Disortografia). Algumas medicações utilizadas são: Venvanse; Metilfenidato; Ritalina; Metilfenidato e Concerta.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A paralisia facial é uma alteração que leva a perda dos movimentos realizados pelos músculos da face. Isso leva à dificuldade de expressão da mímica facial, geralmente afetando apenas um lado do rosto

Estima-se que no Brasil existam cerca de 1.000 pessoas com as formas graves dela! É uma doença hereditária, pode se manifestar de formas diferentes - alfa e beta - e ela acontece como minor, intermedi

A enxaqueca é um dos tipos mais frequentes de dor de cabeça/cefaleia, e por ser uma patologia crônica, ocasiona uma série de alterações comportamentais que desencadeiam consequências físicas, sociais