Buscar
  • Dra. Cláudia Klein

Tratamento dos Distúrbios do Sono

Apesar de ainda não haver muitos ensaios clínicos controlados para estudar os distúrbios do sono de ritmo circadiano, tem-se que a combinação de tempo, luz, melatonina e vitamina B12 auxiliam a apoiar o ritmo circadiano.


A melatonina não é corretiva e não pode ser considerada uma única ferramenta na gestão desses distúrbios. Este tratamento apresenta uma ampla variabilidade entre os sujeitos. É necessário que se faça um teste de dosagem ao longo dos primeiros meses para se identificar a menor dose eficaz (a mais recomendada).


A vitamina B12 provavelmente atua para aumentar o sinal de luz para o marcapasso circadiano (no Sistema Nervoso Central). Se a metilcobalamina é a forma certa é discutível. Cianocobalamina, hidroxocobalamina e adenosilcobalamina podem ser convertidos em metilcobalamina. Se um médico estiver rastreando a homocisteína como um marcador funcional, a metilcobalamina deve ser usada para observar a eficácia do tratamento.


Além da suplementação de melatonina e da vitamina B12, foi descoberto que algumas intervenções nutricionais podem ser aplicáveis a praticamente todos os padrões circadianos!


A avaliação individual dessas intervenções pode fornecer um roteiro clínico útil. Sinais inflamatórios têm efeitos profundos nos relógios circadianos. Gordura essencial, como ômega-3, ácidos graxos, cúrcuma e berberina, podem ser considerados.


Além disso, suplementos e alimentos ricos em magnésio e outras vitaminas B além de B12 podem ser incluídas na gestão de indivíduos com distúrbios do sono de ritmo circadiano. O tipo e a dose de cada um requerem avaliação individualizada e uma tentativa de terapia. O manejo alimentar dos distúrbios do ritmo circadiano pode incluir a inclusão de fitonutrientes, como vegetais ricos em polifenóis e flavonóides e especiarias. Além disso, profissionais de nutrição devem considerar as escolhas de macronutrientes que suportam o equilíbrio da glicemia.


Mas e qual a relação da nutrição e do sistema circadiano?


O relógio circadiano direciona quando estamos ativos, quando dormimos e, em grande medida, quando comemos. Este sistema mantém o ritmo nas vias endócrinas e metabólicas

necessário para a homeostase do nosso corpo. Uma ampla gama de vias metabólicas são controladas pelo sistema circadiano, em que as flutuações diárias são afetadas pelos alimentos que ingerimos.


Este estilo de vida moderno de hoje, que inclui iluminação artificial e lanches prontos e de fácil acesso, podem colocar um estresse evolutivo em nossos corpos que pode impactar nossa dieta e

saúde.


O complexo sistema circadiano otimiza o comportamento e a fisiologia de acordo com a hora do dia e é organizada por meio de um relógio central no Sistema Nervoso Central, impulsionado principalmente pela luz!


Os pacientes são comumente expostos a menos luz durante o dia e mais luz à noite por causa da iluminação artificial. Isso prejudica ainda mais o sistema circadiano e interrompe o sono.


O sono perturbado, portanto, resulta em efeitos deletérios generalizados na saúde metabólica. Por exemplo, a interrupção do sono promove aumento da ingestão de energia, redução do gasto de energia, resistência à insulina em alguns indivíduos e uma maior propensão para fazer escolhas alimentares menos saudáveis.


O relógio biológico humano pode ser interrompido ou ajustado, dependendo de fatores ambientais, incluindo não apenas o padrão do dia e da noite, mas o rítmico ingestão de alimentos.


Por isso, devemos nos atentar quanto a nossa rotina diária. A alimentação, como agora visto, tem um impacto muito grande do metabolismo e, consequentemente, no nosso ritmo circadiano. Ademais, a iluminação artificial, principalmente dos aparelhos como celulares, tablets e televisões, provocam uma confusão no ritmo, causando mais distúrbios do sono!


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tratamentos injetáveis na reposição de nutrientes

Os tratamentos injetáveis são ótimos quando pensamos na reposição de nutrientes - como aminoácidos, vitaminas, antioxidantes e minerais. Eles podem ser feitos via EV (endovenosa) e IM (injeção intramu

Relação da Vitamina B12 com a fadiga

Atualmente, é cada vez mais frequente a queixa de cansaço e fadiga. Quando estamos sem energia, a primeira coisa que pensamos em fazer é checar é se há alguma deficiência de ferro. Apesar de esta ser

Impacto da Atividade Física em Idosos

A atividade física tem se destacado como uma das ações mais importantes que pessoas de todas as idades podem fazer para melhorar a saúde. Diferentes estudos observacionais apontam que a mortalidade pr